Acusado de cometer 7 assassinatos seria motivado por controle no tráfico de drogas, diz policia.

A Polícia Civil informou que o jovem preso suspeito de sete homicídios em Valparaíso de Goiás, no Entorno do DF, cometeu a maioria dos crimes tentando retomar a chefia do tráfico de drogas na região. De acordo com as investigações, Ricardo de Oliveira Melo, de 24 anos, assassinou seis pessoas somente no último mês de abril.


O delegado Rafael Abrão, responsável pelos casos, disse que Ricardo ficou conhecido como o "serial killer da moto amarela", por, na maioria dos homicídios, estar a bordo do veículo daquela cor. Ele não possui advogado.

O rapaz foi preso na última segunda-feira (13), durante uma abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em cumprimento ao mandado de prisão por um dos crimes. Na ocasião, ele optou por permanecer em silêncio. Além dos seis, pesa contra ele outro homicídio, cometido em dezembro do ano passado.

"Ele ficou mais de três anos preso preventivamente e saiu em outubro do ano passado. Antes, ele já dominou o tráfico em um bairro aqui da cidade. Ele ganhou a condicional, saiu e começou a matar as pessoas por dívidas e desacordo relacionados a drogas. Ele queria retomar o comando", disse o delegado ao G1.

Ele deve ser ouvido nesta tarde, mas já adiando que irá ficar em silêncio. A polícia não tem dúvidas de que ele é autor de todos os crimes a ele atribuídos.

Mortes

Ao todo, segundo a polícia, Melo matou seis homens em uma mulher. O delegado disse que todas as vítimas foram mortas a tiros.

"Ele não se preocupava muito com o local ou se havia câmeras, pois algumas vítimas foram mortas a luz do dia. Em outros casos, ele chegava a armar uma emboscada. Era audacioso e frio", explica.

Todas as vítimas, relata o delegado, também tinham envolvimento com tráfico de drogas.

Duas situações chamam a atenção. No dia 14 de abril, a polícia acredita que ele matou um rival do tráfico e a mulher dele, que estava junto com dois filhos pequenos. As crianças não foram atingidas.

Já no dia 21, no período da tarde, ele matou um jovem. Horas depois, Melo encontrou o cunhado da vítima e também o executou.


Compartilhe no Google Plus

Aquino

É de responsabilidade total das fontes o contéudo de toda e qualquer matéria anexada a este site. Matérias serão previamente identificadas aos créditos.
    Comentar no Blogger
    Comentar no Facebook

0 comentários :